website

Qual a diferença de um Website de uma barraca de uma feira?

 

O website hoje é a melhor opção para quem quer se destacar da grande massa, pois neles você pode demonstrar o que você realmente é.

 

Por que digo isso?

 

Simples!

 

O mundo hoje se transformou em uma vida de redes sociais, engessadas e com o avanço das ferramentas de marketing, transformou nossas vidas em uma constante bolha de anúncios.

 

Estamos vivendo dentro de um canal de vendas, onde recebemos os mesmos conteúdos com nomes diferentes constantemente, onde para conseguir consumir algum conteúdo de qualidade é preciso garimpar muito na internet.

 

Pois a grande massa que “dançam conforme a música” super lotam todo o espaço possível com informações e anúncios genéricos.

 

O mundo das redes sociais, a cada 2 posts de algum amigo, da rede social, se passam 2 3 anúncios, ou os próprios amigos estão panfletando em feeds sobre produtos e serviços.

 

Está errado? 

 

Não, não está.

 

Simplesmente houve uma transformação, a rede social hoje se tornou a antiga páginas amarelas, virou um ambiente de catálogos onde existem padrões que impedem das pessoas se diferenciarem.

 

As informações se perdem no meio de tantos anúncios e propagandas, além das infinidades de memes da internet, onde surgindo um novo meme do dia, sua timeline passa o dia inteiro com o mesmo meme, apenas mudando o nome.

 

website

 

Analisando apenas a imagem, ignorando do contexto que ela foi tirada, essa imagem, podemos ver como o mundo hoje se tornou, alguém dita as regras do momento, todos os outros tentam segui-lo, mas o único que continua diferente é quem realmente criou algo, pois é o diferencial, ele tem o conhecimento adquirido através de inúmeros estudos e pesquisas de bons conteúdos, para entregar mastigado para toda a grande massa, que em desespero pela busca do sucesso ou da atenção, imita.

 

Na maioria das vezes utilizando os mesmos passos, tutoriais, e ferramentas, onde a única mudança é o e-mail para contato, tirando toda a individualidade de cada um, o diferencial de todos é tentar ser o mais igual do tutorial ou tutor e isso é completamente incoerente, transformando as redes sociais de hoje como são, simples catálogos de produtos e serviços.

 

E o que o website tem haver com tudo isso?

 

Assim os websites se tornaram hoje o refúgio para qualquer pessoa que queira consumir algum conteúdo, que seja profissional, de hobby ou pessoal. 

 

Um profissional liberal, tem a oportunidade de divulgar seu produto de forma livre, podendo ter a opção de se criar uma explicação do seu produto ou serviço detalhadamente, com imagens de qualidade e formatos que quiser, e no lugar onde quiser.

 

São detalhes que fazem a diferença na hora de se expressar, explicações detalhadas, separadas por tópicos, com letras de acordo com a necessidade, imagens podendo ser colocadas em galerias, imagens podendo ser adicionadas em alta qualidade, para o cliente poder abrir onde for a imagem sem perder a qualidade e poder perceber os detalhes.

 

Imagine uma imagem de um produto, como uma camiseta, ou um celular, um sanduíche, acostumamos a ver no padrão de qualidade baixo das redes sociais, agora pense abrir uma imagem de alta qualidade e tamanho, abrir um prato do tamanho de um monitor ou uma smartTV, sem perder a qualidade, e passar a verdadeira experiência que gostaria de passar, aquela imagem de um estabelecimento, onde uma foto panorâmica pode passar o sentimento de aconchego do lugar, ou do requinte.

 

Aquela explicação do serviço com comentários sobre seu diferencial, onde o cliente lendo os detalhes e a forma como esta escrito, passar a sensação de estar conversando diretamente com você.

 

De forma organizada, poder se apresentar, mostrar sua experiência, suas formações, seu portfólio, explicar de sua forma tudo o que faz e o que pode trazer de benefício para seu cliente.

 

Muitas vezes sua história, pode ser ignorada no dia a dia, porém pode ficar imortalizada em uma área de seu website, podendo ser relembrada por todos que acessam sua página, podendo atualizar ano a pós ano, onde quando a pessoa acessar um site de um simples eletricista, descobrirá que é um grande pequeno eletricista, com experiências de vida e profissão,  podendo entender como trabalha, ver imagens de seu trabalho, lugares onde já trabalhou, serviços que prestou.

 

O cliente estará em seu site, exclusivamente recebendo informações apenas do profissional que está pesquisando, no caso você, sem estar disputando com milhões de posts constantes.

 

Cada linha pensada e trabalhada uma única vez ficará para todas as pessoas acessarem para sempre, economizando seu tempo e paciência, além da facilidade de ser recomendado por alguém, pois tendo seu site, seu escritório digital, qualquer pessoa pode acessar a qualquer momento, aquela indicação, feita em uma reunião de família, aquele churrasco da empresa, onde surge o assunto de uma necessidade de um serviço e um cliente indica você com seu site, ali mesmo várias pessoas acabam acessando por curiosidade, e acabam comentando sobre uma imagem, um artigo, em seu site.

 

Passando de um simples “me passa o contato para adicionar”, para um “olha ele já fez um serviço em tal lugar”, de um simples contato genérico em uma lista de contatos de alguém, pode se tornar um tema de assunto de uma reunião, até mesmo entrando em contato diretamente, sem precisar horário comercial, pois um e-mail, uma mensagem no whatsapp ou um comentário no próprio site já pode ser o início de um nova parceria entre cliente e profissional.

 

Fazendo uma analogia simples, imagine que um website hoje é seu escritório, consultório, oficina… onde a pessoa vai entrar para falar com você, entender sobre o seu produto/serviço.

 

Lá a pessoa vai poder ver histórico, experiências, como aquela parede cheia de diplomas e certificados enquadrados, às vezes porta retratos com parceiros de negócio, prateleira com alguns prêmios que ganhou.

 

E no website é a mesma coisa, na área do “Quem sou” por exemplo, terá sua foto se apresentando, seus certificados, diplomas, fotos de parceiros com links direto para eles, ajudando no networking.

 

Você marcou uma reunião com o cliente apenas para se apresentar e descobrir o que ele precisa, para fazer um orçamento, imagine receber e ter que se vender em alguns minutos para seu cliente, contar sua história, sua forma de trabalhar, seus feitos, mostrar que entende do assunto. Conseguir mostrar seu valor, para justificar o seu preço.

 

Só aí você usou um período completo do dia, tanto seu como do seu cliente ou simplesmente apenas conta com a sorte do cliente querer fazer negócio com quem não conhece. Pois existem diversos tipo de serviços, muitos deles é necessário uma confiança, como um advogado, um contador, um nutricionista… e infinitos serviços, onde o cliente precisa conhecer o profissional, apenas uma rede social é bem difícil de se conhecer alguém, e fazer uma visita, para ver como é, é algo bem difícil de se conseguir hoje em dia.

 

Já no website, na área de “Serviços” pode estar todas as explicações, resumidas e detalhadas, com imagens e vídeos, para qualquer pessoa acessar a qualquer momento e conhecer um pouco sobre como é seu atendimento e prestação de serviços. Seus diferenciais, é um espaço completamente seu, onde você inicia o primeiro contato com seu futuro cliente.

 

Como já comentei, a prova de que conhece o assunto que está vendendo, que tem domínio, em um simples blog onde se cria artigos, tutoriais, explicações, estudos de casos, notícias sobre parcerias e projetos fechados, já é mais do que suficiente. Tendo completo diferencial entre a concorrência, se tornando o diferente no meio dos iguais, mostrando sua individualidade que está tão escassa nos dias de hoje.

 

Um site proporciona tudo isso sem fazer com que perca tempo com explicações muitas vezes que são falhas, pois as vezes está com preocupações, ou sem tempo, e faz uma apresentação mais resumida, ou o cliente está com pressa e não quer escutar tudo, acaba criando um constrangimento, ou pior, seja aquela pessoa nas suas redes sociais onde metade dos seus contatos te silenciou pois não aguenta aquele copiar e colar daquele post sobre seu serviço a cada 2 horas em sua rede social.

 

Muitas vezes consegue suprir necessidades de futuros clientes apenas com suas informações de um blog, gerando valor para a pessoa, onde você apenas se dedicou em produzir as informações uma vez. E pode ajudar alguém a resolver o problema, podemos imaginar que um dentista crie um tutorial de como usar o fio dental, m possível paciente  vai aprender, logo será com certeza a primeira opção quando precisar ir ao dentista.

 

Diferente das redes sociais, onde se for usar a mesma linha de analogia, seria uma barraca na feira, ou um stand em uma exposição, onde está recebendo seu cliente, no meio da bagunça, gritaria, panfletagem, muitas vezes atendendo o cliente em pé, sem conforto.

 

website

 

Sendo muitas vezes impossível de se passar o que poderia, de informação, credibilidade, satisfação do cliente ter cessado realmente todas suas dúvidas, próprio para o ambiente não ser propício. 

 

No mundo real, a “feirona”, o stand que é feito, capta clientes para enviar para a empresa, para os escritórios que é o que na grande maioria do mundo digital hoje não existe. Uma barraca de espeto ou de pizza, muitas vezes está lá no dia de feira, para captar seus clientes, mostrando seu produto e o convidando para ir para o estabelecimento real durante a semana, uma empresa do mesma forma. Caso viva apenas da feira, estará no mesma linha limitante de quem vive apenas de rede social.

 

website

As pessoas simplesmente querem viver apenas de barraca ou stand, qual o problema disso? Nenhum caso não tenha ambição de crescimento, não apenas de crescimento de quantidade de vendas, de clientes, e sim crescimento de qualidade, pois sempre vai haver a barreira, o gargalo de sua empresa, que são os limites e dependência das redes sociais.

 

Pelo simples motivo de que se uma rede social hoje acaba, ou uma parcela de seu cliente migra de rede social, você perdeu tudo. Imagine aqueles 400 posts feitos durante o ano todo de empresa, explicações, detalhes, imagem da empresa, feito no facebook, perdidos por que agora a massa foi para o instagram, você irá recomeçar do zero em seu instagram, e mais para frente, surja um tiktok onde todos migram, tudo o que você fez no instagram foi perdido também?

 

Por isso redes sociais são apenas catálogos, canais de propaganda, onde direciona seu público para sua casa, para seu escritório para o local onde está o seu conteúdo de verdade, seu, onde você controla, você manda, que são os websites.

 

Economizando energias.

 

A energia e o tempo gasto com responder perguntas básicas como qual serviço presta, qual seu valor, qual seu contato ou endereço, quais suas referências… ou tentar se apresentar no dia a dia para cada tipo de cliente, ou descobrir a grande fórmula do sucesso de ser o diferente no mundo de iguais, é simplesmente economizado com um website.

 

Agora indo para o âmbito pessoal ou de hobby, o prazer que uma rede social já proporcionou no passado, onde se podia postar pensamentos, opiniões, fotos que gostou e infinitas opções só um website pode trazer novamente.

 

Épocas de depoimentos de orkut, ou frases ou assuntos que gosta marcados no facebook, albuns de fotos separados por eventos, vídeos que gostava, hoje facebook já não tem interesse da massa jovem, são tantas integrações que se perdem em informações, são tantas ferramentas, opções que para conseguir entender sobre a pessoa você precisa ser um hacker, ou o INSTAGRAM que é a grande febre do momento, onde sua descrição não se pode chegar a um parágrafo, sem links ainda por cima.

 

Em um website criando uma área de galeria, onde pode postar suas fotos preferidas com a qualidade que necessita, podendo assistir em uma SmartTV4k ou em um monitor gigante sem perder qualidade que as redes sociais trazem,  podendo escrever textos de tamanhos, cores, formas que quiser, podendo se expressar da forma que lhe deixar mais confortável, com a sua cara.

 

Fazer artigos sobre uma crítica a um filme que gostou, ou uma situação que passou, divulgar um texto que acha bonito, uma ideia que precisa compartilhar, e fique para todos que acessarem seu cantinho digital.

 

Tudo isso em um website, fica para todo o sempre, não vai ser preciso buscar no meio de infinitos posts superficiais, algum conteúdo. Você tendo a liberdade de se expressar sem limites, faz com que sua percepção de mundo aflore. 

 

Como assim?

 

Quantas vezes você não assistiu aquele seriado que não está na moda, ou aquele filme e gostaria de conversar sobre, expressar o que achou legal, o que o filme ‘linkou” em sua vida, comparativos que poderia fazer.

 

Aquela matéria, ou trabalho da faculdade, sobre um tema que gosta que gostaria de compartilhar com outras pessoas que estão na mesma busca que você.

 

Um grande exemplo claro disso, são como a internet antigamente era melhor usada, pois questão universitária, ou até mesmo profissional tecnológica, quantos blogs ou foruns que você consegue resolver suas necessidades, com posts, ou artigos, comentários de pessoas de 2005, 2012, e você busque algo dos dias de hoje, são difíceis de se achar.

 

Outro exemplo que posso dar é com essa necessidade que se tem, criei um site meu, sobre assuntos aleatórios do curso que faço, hobbys que gosto, assuntos que acho pertinente discutir, onde é meu mundo, onde outras pessoas que busquem, pesquisem sobre os mesmos assuntos podem achar e consumir, fazendo assim uma interligação digital, enriquecendo o mundo digital com conteúdos que possam ser relevantes para alguém que esteja na mesmo momento que você, afinal uma pessoa pode ir longe, mas várias podem ir ao infinito.

 

Afinal de contas, a geração de hoje está tomada pelo resumo, pelo simples motivo de posts de redes sociais serem limitados.

 

Nunca é possível fazer uma explicação, um desabafo, um pensamento que seja sem ser resumido. Ficamos limitados a nos expressarmos e pior ainda, condicionados a consumir apenas o raso, e jamais o profundo.

 

Um website pessoal hoje é conseguir expressar você como realmente é, pois quem estará te visitando está visitando você, está interessado no que você pode mostrar, você não surgiu em uma timeline de paraquedas por ser um nos 5 mil amigos virtuais do facebook de alguém.

 

Onde podendo fazer mais uma analogia, seu post seria aquele segundo que a pessoa está atoa, passando canais da TV a cabo (para aqueles que ainda usam esse tipo de entretenimento raro que é a TV 😀 ) e por um acaso naquele milisegundo está passando aquela apresentação de um holofote de led super moderno para usar nas fotografias de seu post no canal do shoptime e você para para ver um pouco antes de continuar a busca de algo.

 

Conseguiu visualizar o quão descartável são nossos posts em redes sociais?

 

O que é a minha visão hoje, de como os websites podem transformar para melhor o mundo digital, redes sociais apenas um meio de divulgação para algo real, que é o seu mundo, com a sua personalidade.

 

E a facilidade hoje de se alimentar um website é simples, da mesma forma que fazer um post em uma rede social.

 

O que é necessário apenas é contratar um desenvolvedor para estruturar, isso é feito uma vez, e o resto é com você transformar seu mundo digital como o seu mundo real.

 

Claro que tem a opção de estar sempre reformulando as estruturas, tendo as manutenções do site, mas isso é caso a caso.

 

Uma cena muito pertinente para esse assunto, é o mundo real do antigo filme de 2008, porém muito atual, WALL-E. Recomendo muito para assistir, uma animação onde mostra o rumo que o mundo está tomando. Ele pode ser assistido para quem tem o globoplay.

 

Para quem não assistiu, ou nem vai, para entender o contexto, é um filme de um mundo onde a humanidade precisou se isolar no espaço, onde a tecnologia dominava, os seres humanos se tornaram sedentários e disformes, onde a vida se resume a ficar na cadeira, apertando teclas para os robôs trazerem comida, e com uma tela virtual em frente com infinitos banners constante induzindo a todos usarem os produtos, onde todos usavam e sempre estavam iguais, individualidade zero.

 

website

 

A era da informação, vivermos na era do resumo, do superficial é algo muito conflitante, ter um site é basicamente ser único, como todos nós somos.

 

Cada um de nós temos nossa particularidade, que pode ser expressada nos sites.

 

Vamos ficando por aqui, e deixo aqui, uma dica, deixei aqui o link  para a área de alguns modelos, para talvez inspirar você profissional que queira dar esse passo a mais na carreira, ou você também que queira começar a existir da sua forma no mundo digital, sem ser uniformizado como a grande massa, disseminar conhecimento é a melhor forma de se aprender e evoluir.

 

Quando você ensina você aprende, quando você se mostra como realmente é te dá o poder de falar, expressar, agir da forma que você acha correto.

 

Você atrai o que transmite!

 

Transmita profissionalismo e atrairá clientes profissionais. Aqueles clientes que sabem dar valor ao seu trabalho, que entendem os benefícios que podem ter ao lhe contratar.

 

Transmita amadorismo e atrairá clientes amadores! Aqueles do “quanto é?”, “ta caro”, “faz por tanto que eu fecho com você”, onde não importa seu valor e sim o seu preço, o que são coisas bem diferentes, mas isso é um assunto para outro momento.

 

Use máscara e atrairá mascarados.

 

Coloque a luz em uma sombra, e seu rosto aparecerá com toda a cor e traços que só você e sua experiência de vida pode ter.

 

Então ficamos por aqui e façam essa reflexão sobre o mundo moderno.

 

Marcus Rolim

 

website